quinta-feira, 1 de abril de 2010

AUSÊNCIA











QUANDO VI TEU ROSTO:

FOTOGRAFIA COLORIDA
RETIDA NA MINHA LEMBRANÇA...

MINHA SAUDADE
FEZ-SE PEDRA PONTIAGUDA
A ESTILHAÇAR-ME A ALMA.

(moisés poeta)

23 comentários:

Lara Amaral disse...

Bela passagem
pela lembrança
apesar de dolorida.

Abraço.

Luz disse...

A saudade é a presença de uma ausência.
Belo poema, meu amigo.
Bjs

Sandra Botelho disse...

Saudade dói uma dorzinha gostosa... Bjos querido tenha dias de paz!

Juliana Lira disse...

Ah pelo menos vc tem essa fotografia colorida...Há quem tenha apenas uma lembrança em preto e branco, fazendo ecos de lamento e saudade...
Apenas um desejo [in]contido, apenas uma saudade [in]sanada.
Queima o peito, não queima?

Milhões de beijos

REGGINA MOON disse...

Moisés,

Uma forma linda de expessar as Saudades!Parabéns!!

"A Páscoa não é apenas um momento de reflexão, mas de renovação, da fé, dos costumes, de nossas atitudes diante do universo que nos rodeia."

Boa Páscoa!!

Beijos,

Reggina Moon

Visite:
www.versoeprosapoemas.blogspot.com

Pétala_Rosadinha disse...

Chegará o dia em que a fotografia colorida não mais irá estilhaçar a alma sob forma de pedra pontiaguda?
A saudade nem sempre é vilã.

Muitas vezes nos remete a momentos em que podemos reinventar fografias outroras deixadas pra trás.

Beijos, poeta.

Escrevo Palavras e Choro Poemas disse...

Lindo seu poema!Obrigada pelo crinho no meu blog! bj**

sandra Freitas disse...

Também falei sobre a saudade no meu blog, como diz Clarice é bem mais que a fome que se tem da presença de alguém...
Lindo texto..

sandra Freitas disse...

Então temos algo em comum, amo Clarice, por que ela sempre diz algo que se mistura a um momento meu. Ela é linda, sempre linda.Amei seu blog, palavras simples, mas não rasas, vindas da alma de um poeta.
Abraços

Geny Fiorella disse...

A saudade machuca muito!! Mas se não a sentíssemos, perderíamos um dos melhores gostinhos da vida.
Muito legal seu blog...
Estarei sempre por aqui!
;)

Jaciara disse...

Poxa gostei da seu poema.Existem pessoas que ficam marcadas em nossas lembranças como imagens de fotografias,vistas uma única vez.

Jaciara disse...

Poxa gostei da seu poema.Existem pessoas que ficam marcadas em nossas lembranças como imagens de fotografias,vistas uma única vez.

Gisa disse...

Valeu a visita, e achei o mesmo do seu blog... pura poesia.

bjs

Márcia Oliveira disse...

Tem Meme prá você lá no meu blog!!!

Celylua - O blog das Letras disse...

Versos melancólicos, porém, desperta o lirismo da saudade de quem gostamos muito.
Lindo, aplausos!
Adorei conhecer teu belíssimo blog, parabéns!
Beijos no coração.

Cristiano Contreiras disse...

Pura intensidade por aqui,

parabéns pelo foco!

Márcio Vandré disse...

Cara, obrigado pela visita.
Digo que aquele quadrinho foi um engano! Postei no blog errado! Hahaha!
Quero minha máquina de daguerreótipos para tirar os mais belos quadros.
Bom texto, abraço!

Carol Morais disse...

[comentario sem acentos]

Ola Moises, obrigada pel visita!
Teu espcao eh muito cheio de poesia, muito belo. Eu, particularmente, adorei!
Eu tambem gosto bastante de metafisica! Eh in crivel analisar os fenomenos naturais sob a otica do que a ciencia que se diz exata nao consegue explicar. Eh o aquem refletido no alem.
Lindo poema, a tristeza do poeta se confunde com o saudosismo dos amantes...e vice e versO.

Um beijo

Adriana Karnal disse...

Moisés,
tua solidão dá poesia silenciosa...gostei!

Insana disse...

Ausencia é algo que ainda não entendi...
normalmente me perco..


Bjs
Insana

Helcio disse...

Ausência...saudade...veias abertas...
estilhaços de lembranças.

Anna Amorim disse...

Amigo poeta,

Saudades feita poesia!
Tocou-me.
Parabéns.Bela construção.

Forte abraço

Liza Leal disse...

Oi Moisés!
Seja bem vindo ao DRINK!
LIndos versos!...

Adorei - "LABIRINTO"!

bj