segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

O ESTAGIÁRIO











sempre fica um pouco
de poeira por sobre a pele.

e o mágico bocejo das folhas que caem
nessas ruas que atravesso...

amo todos os meus delirios
e essa pausa no caminho.
esse meu ficar ... no desgarro de tudo.

mas sei que esse meu tempo,
esse meu agora ,
é uma flor idilica que metamorfoseia.
pois tudo de repente ja vira lembrança.
bem antes que o chão receba
meu próximo passo.

amo todos os meus momentos
e essa estada no caminho.

porque sei que lá no futuro,
bem lá no fim da linha...

eu serei um homem

varado de saudades.





(moisés poeta)




10 comentários:

Pétala_Rosadinha disse...

Eu já conhecia e já adorava essa poesia. Bacana q vc a postou. Vir aqui pra mim é sempre um aprendizado...aliás, estar contigo, mesmo que separada por um monitor, é um aprendizado e tanto.
Bendita seja a tua inspiração.
Beijos...boa semana.

Sandra Botelho disse...

Certamente , tudo que vivemos , mesmo as pequenas paradinhas para descanso dos olhos e da alma, deixam saudades...
Lindo texto.
Bjos meus

Lara Amaral disse...

Nem todos dão importância para o poder do agora, bom vê-lo enfatizado aqui.

Abraço!

Letícia Cordeiro disse...

Olá, vi seu comentario hoje no meu blog,obrigada!abandonei um pouco ele ....
tbm adorei essa sua poesia ,linda ,profunda,cheia de um saber que estamos aqui para viver os momentos e aprender com todo o "agora" q nos é permitido
virar "um homem" é simples e tem muitos sentidos
se não nos tornamos melancolicos com o "ficar no caminho" q vc diz essa pausa será cheia de uma iluminação divina
orbigada poeta, pelas palavras

Letícia Cordeiro disse...

"mas sei que esse meu tempo,
esse meu agora ,
é uma flor idilica que metamorfoseia"
gostei disso
o eterno "viver o presente"
sábio é viver o agora

Caetano Campisi disse...

Fantástico seu espaço.
Voltarei sempre e o meu voto é seu no "Gazeta dos Blogueiros".
Abração.

Luz disse...

Lindo! Sinto-me muito assim. Bjs

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Nossa, que demais..... acho que é a coisa masi bonita que li nos últimos tempos.

Poetisa da Paz disse...

Bom dia Moisés! Retribuindo sua visita e agradecendo por tê-lo como seguidor do meu humilde blog.
Encantada com tua veia poética, gostei do que li por aqui, menino fantástico!

"sempre fica um pouco
de poeira por sobre a pele." Versos que falam pelo poema! Lindo demais!
Te seguindo tb!
Tenha um bom dia! Abç!

MARIA DA FONTE disse...

FANTÁSTICO!!!!!!!!!!!!!