sábado, 5 de dezembro de 2009

em brasilia os ratos continuam circulando livremente , são ratos de colarinho branco , que roubam á luz do sol , da lua... sob qualquer luz . enquanto milhares de pessoas passam fome em nosso pais , vivem em condições precarias , muitos de nossos politicos se ajeitam com pacotes de dinheiro em toda parte do corpo. eles não roubam apenas nosso dinheiro , eles roubam tambem nossa esperança de um dia vermos um brasil decente.



¨ A CRÔNICA DOS RATOS ¨


o modelo elitista
a direita fascista
a esquerda oportunista.

(nem sempre fome é vontade de comer )

o resultado é um sistema quase definitivo.
porque são muitos os adereços persuasivos.

sem visibilidade , nós , os incautos , mordemos a isca .
partitura de um refrão infindavel e pertinente.


na patria da chuteira : ¨ a bola ¨
nossa enciclopédia esférica
onde a palavra ¨ peculato ¨
atinge seu mas alto grau de aspereza.



( moisés poeta)

3 comentários:

Milene disse...

"...e nós, os incautos, mordemos a isca."

Essa frase sintetiza o que no meu conceito acontece no processo de politica...politicagem vigente no Brasil.
Esses caras, esses ratos estão o tempo inteiro cuidando dos seus próprios interesses, e já não fazem mais tanta questão de esconder isso, pq sabem que seus atos serão esquecidos e a reeleição é certa.
É preciso que voltemos a nos indignar e parar de achar tudo normal...

ju rigoni disse...

Uia! Perfeito.

Bjs no escriba. E inté!

Poetisa da Paz disse...

Uma crônica perfeita, oportuna e sensata! Eh isso...velhas raposas adestrando suas raposinhas, e o caos, a impunidade, a falta de vergonha e os eleitores sofrendo de amnésia. Muito bom!Parabénsssss! Dia azul pra vc!